Um lugar encantado

São Francisco Xavier é um desses lugares encantados que quando você chega pela primeira vez parece que você já viu, já esteve lá, talvez nas páginas de um livro, talvez nas imagens de algum filme, talvez nas suas memórias de uma outra vida. E quando você chega pela primeira vez, você sabe que vai voltar. Amanhã, depois de amanhã, daqui a 10 anos, você vai voltar. Porque São Francisco Xavier vai te conquistar, cativar, seduzir, enfeitiçar. Pode ser que tudo isso que estou falando, ou melhor, escrevendo, não aconteça assim de cara. A necessidade daquelas montanhas de curvas sensuais, daqueles riachos de águas cristalinas, daquelas cachoeiras generosas, daquela sensação de que o mundo parou para você ser feliz para sempre, vai entrando pelo seu corpo sem que você se dê conta, correndo nas suas veias, até atingir seu coração.

E aí não tem mais jeito. Meu querido, minha querida, você estará para sempre à mercê desse encanto. E me agradecerá, para sempre, por ter escrito este post num blog onde você está acostumado a ler histórias e receitas sobre comidas e bebidas. E, aqui entre nós, este post também não deixa de ser uma receita. Uma receita de “viver com gosto”. Se você chegou até aqui, e eu consegui despertar em você um começo de desejo de conhecer esse lugar, então vamos em frente: São Francisco Xavier fica a 160 quilômetros de São Paulo, e é um distrito de São José dos Campos, Área de Preservação Ambiental, onde você chega pelo antigo caminho de Campos do Jordão e Sul de Minas, passando por Monteiro Lobato.
Você deve estar se perguntando qual seria a melhor época para visitar a cidade, não é mesmo? E eu respondo: o ano inteiro. O clima de São Francisco Xavier não é frio como o de Campos do Jordão. Agora, por exemplo, quase no início do inverno, São Francisco Xavier tem dias ensolarados, suficientemente quentes para um bom banho de cachoeira, e noites amenas, com um friozinho que é um ótimo pretexto para acender a lareira e abrir um vinho. E nos dias 14, 15 e 16 de junho acontece o VI Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura, que, a cada nova edição, vai se firmando com um dos eventos culturais mais importantes de São Paulo. Já entre outubro e novembro acontece o Festival Mantiqueira de Gastronomia. Vários chefs premiados de São Paulo e do Rio criam receitas exclusivas, com produtos da região, que são servidas pelos chefs locais durante o Festival. Uma verdadeira ode à cozinha de “terroir”, pura e sincera. E deliciosa.
Esqueci de dizer que São Francisco Xavier tem ótimos restaurantes, pousadas charmosíssimas, e, na sua rua principal, algumas lojas que você precisa conhecer. Por exemplo, não dá pra passar por São Francisco Xavier sem conhecer a Amantiquira, da Marina e do Caio, com arte e artesanato que vão deixar cada cantinho da sua casa absolutamente exclusivo e aconchegante. Também não dá pra não passar pelo Celeiro, a loja da designer Kika Petersen, com suas criações infantis e adultas que eu não chamo de roupas, mas de carinhos de vestir. E tem que conhecer a loja da Maly Caran, que nós chamamos de a l’Occitane de São Francisco Xavier, o que eu acho um elogio à rede francesa… A Maly infelizmente nos deixou no final do ano passado, mas seus filhos cuidam do seu legado com a maior competência. É só percorrer a rua XV de Novembro, a principal da cidade, que vair dar na praça do coreto. Dos restaurantes, todos ótimos, meus preferidos são o João de Barro (foto), do Mauro Orlando, e o Yoshi, do chef Thompson Lee. E, pra você ficar muito bem instalado, você pode escolher entre o Teto do Cafundó, com seu maravilhoso cardápio gourmet assinado pelo dono e chef Renato Nivoloni, ou o charmosíssimo Chapéu de Palha, do Cláudio e da Mônica, com seu café da manhã servido na hora em que você quiser, dia e noite, ou ainda o Villa Vittoria, com a simpatia do Renzo e da Mônica. Se você gostou desta receita, faça seu pedido o mais rápido possivel. As pousadas são muito concorridas. Abaixo eu dou os sites. Quem sabe a gente se encontra por lá para uma taça de vinho…

Saúde!
Serviço:
27 de setembro de 2012

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.