Ovo combina com vinho?



Adoro ovo. De tudo quanto é jeito: frito, cozido, mole, mexido, pochê, na salada, no prato, no sanduíche, sozinho ou acompanhado. E gosto de inventar novas formas de degustá-lo. Esse aí da foto, por exemplo, é uma variação do clássico filé a cavalo, ou a Camões, dependendo da quantidade de ovos. Daqui a pouco eu conto como foi que eu fiz.
Mas antes eu quero dizer que também adoro vinho. Aliás, neste blog, vamos falar muito sobre vinhos. Mas do jeito que eu gosto de falar, sem frescura, direto ao ponto: gosto, não gosto, combina, não combina. Por exemplo, os especialistas em vinhos torcem o nariz para o ovo. Eles acham dificil de combinar. Ou harmonizar, como eles dizem. Pois eu adoro vinho com ovo. Seja na preparação (ovo pochê no vinho tinto fica uma delicia), seja acompanhando. Pode ser um vinho branco mais potente, pode ser um tinto de médio corpo, ou mesmo um tinto mais encorpado, se o ovo estiver na companhia de carne, como é o caso. Este ovo da foto eu acompanhei com um cabernet sauvignon chileno, um Montes Alpha 2009. Ficou muito bom.

 

Mas vamos à receita:
Eu peguei um bife de filé mignon, temperei com flor do sal e pimenta verde em grãos moída na hora e fritei no azeite extra virgem, ao ponto.
Fritei o ovo na manteiga sem sal.
Coloquei o bife no prato, deixando escorrer o molho que se formou na frigideira.
Coloquei o ovo sobre o bife, deixando escorrer a manteiga da fritura.
Servi com fatias de pão italiano.
Ficou uma delícia. Sozinho ou acompanhado (você, não o ovo), se você gosta de ovo como eu, vai adorar. Claro que acompanhado (de novo você, não o ovo) fica melhor ainda. Aliás, quando a gente é capaz de ficar bem sozinho, fica melhor ainda acompanhado. Como o ovo.
Bom apetite!
23 de novembro de 2011

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.