O atum, o salmão e o frango: um conto de verão

Era uma vez um atum bem gordo, um salmão cor de salmão e um frango peitudo, num dia de verão qualquer, bem quente, de calor senegalesco, como diria um antigo locutor esportivo.
Não, meu amigo, minha amiga, você não entrou num blog de fábulas infantis. Você está, sim, no Vivendo com Gosto, que fala das coisas boas da vida, comidas, bebidas, lugares, e do privilégio que é conviver com as pessoas que a gente gosta.
Então, vamos começar de novo: o salmão, claro, tinha cor de salmão, mas o atum não era tão gordo, como aqueles que dão origem ao torô, a parte mais nobre desse disputadíssimo peixe, e que ocupa lugar de destaque na culinária japonesa. Era apenas uma posta de atum dentro de uma lata. E o frango resumia-se a um pedaço do peito que sobrara de um galeto assado. Era o que eu tinha em casa, num fim de semana de verão, lá em São Francisco Xavier, e me propus o desafio de inventar pelo menos um prato com cada um desses interessantes personagens.
O resultado eu conto agora pra vocês. São três pratos facílimos de fazer, com os ingredientes que eu tinha à mão, leves e saborosos, ideais para esses dias quentes de verão. E todos eles vão muito bem com caipirinhas, caipiroskas, cervejas geladíssimas, spritz e, por que não, vinho branco bem gelado.  Então, vamos aproveitar o verão.
O atum
Todo mundo tem uma lata de atum na despensa. Se você não tem, é bom providenciar. Quebra o maior galho. Esse aí da foto eu fiz assim: misturei o conteúdo da lata de atum, numa vasilha, com maionese, tomate, azeitonas pretas, salsinha e ovo cozido. Misturei até amalgamar muito bem todos os ingredientes. Reguei com azeite extra virgem. Servi sobre uma folha de mostarda bem verdinha, em pratos individuais.
O salmão
Esta receita pode ser feita com salmão fresco ou defumado. A da foto foi feita com salmão fresco, que eu sempre tenho no freezer. Com qualquer um dos dois, é super simples. Peguei a posta de salmão e piquei na ponta da faca, fazendo uma espécie de tartar. Misturei bem com iogurte e salsinha bem picadinha. Em vez do iogurte, você pode usar creme azedo. Reguei com limão siciliano e azeite extra virgem. Servi sobre um berço de mini rúcula. Sempre em pratos individuais.
O frango
Sabe aquele peito de frango que sobrou de ontem? Pois é, você pode transformá-lo numa salada deliciosa. Para este prato, eu desfiei o peito de frango que sobrou de  um galeto assado, misturei com tomate e cenoura picados, mais folhas de alface verde e roxa, reguei com limão siciliano e azeite extra virgem, e enfeitei com folhas de manjericão. Nesse caso, você pode misturar tudo numa travessa e, na hora de servir, você coloca primeiro as folhas, por cima você põe os outros ingredientes e finalmente as folhas de manjericão.
Espero que você possa aproveitar uma dessas idéias no próximo fim de semana de verão.
Bom apetite! 
22 de fevereiro de 2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.