Hoje é dia de lagostim (ou “Quem tem medo do domingo?”)

IMG_4484

Tem gente, muita gente, que não gosta do domingo. Principalmente quando a tarde cai e a perspectiva da segunda-feira é mais real do que nunca. Aquela sensação de que o fim de semana acabou e a gente não fez nada…
Eu não tenho nada contra o domingo. Pelo contrário. Seja em São Francisco Xavier, onde passo a maioria dos meus domingos, seja em São Paulo, onde aproveito o domingo para não fazer nada, desde criança para mim o domingo sempre foi um dia mágico.
E hoje, quando, depois de anos de exercício, não sou mais assaltado pela sensação do tempo perdido, aproveito os domingos até o último minuto. Aliás, já escrevi sobre isso no post http://www.vivendocomgosto.com.br/fim-de-semana/. Se você tiver um tempinho, dê uma olhada.
Mas o que eu queria dizer neste post é que uma das coisas que mais gosto de fazer nos domingos é dividir com os amigos o prazer de cozinhar, desde picar cebola até ver o prato fumengante à mesa para deleite de todos. E foi pensando nisso que preparei este post, dividindo com vocês um prato facílimo de fazer e que, além de fotogênico, é delicioso: um arroz de lagostins.
Sobre esse simpático crustáceo, tão pouco aproveitado entre nós, e que passa a vida trocando de carapaça, não confundir com carapuça, eu já escrevi no post http://www.vivendocomgosto.com.br/o-lagostim-e-o-arroz-proibido/. Portanto, vamos direto à tão aguardada receita:

Arroz de lagostins
 
Eu costumo fazer com arroz basmati, que é levemente perfumado. Eu cozinho o arroz basmati, duas medidas de água para uma medida de arroz, sem nenhum tempero, nem sal, e reservo.
O lagostim eu compro na feira ou na peixaria, e peço para tirar a carapaça, deixando-o bem limpinho. Ele é pequeno, rosado, e fica com a aparência de camarão. Deixo os lagostins numa marinada feita com vinho branco, um copo é suficiente, limão siciliano, folhas de louro e um alguns ramos de tomilho. Uma hora é o suficiente. Retiro os lagostins da marinada, passo o liquido por uma peneira e reservo. Pego uma panela de aço, de fundo grosso, dessas que vão à mesa, e refogo os lagostins em azeite, cebola e alho bem picadinhos. Em 10 minutos os lagostins já estão cozidos. Aí eu coloco o arroz já cozido na panela dos lagostins, mexo bem, e acrescendo a marinada coada. Agora é hora de acertar o sal. Deixo a panela no fogo até secar um pouco o liquido. O arroz deve ficar úmido, não secar demais. Para finalizar, salsinha bem picadinha. Pronto. Leve a panela à mesa, para que cada um se sirva. Pode colocar, se te agrada, parmesão ralado por cima, embora meus ancestrais do sul da Itália jamais aprovariam tal prática…
Um bom vinho branco siciliano é perfeito para acompanhar esse prato. Mas também não precisamos exagerar, não é mesmo? Um chardonnay chileno também vai muito bem.

Bom apetite!

29 de setembro de 2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *