Fim de semana

“Nossa! O fim de semana acabou e eu não fiz nada…”
Provavelmente você já se pegou, alguma vez na vida, com essa sensação de que “desperdiçou” o fim de semana, “não fez nada”. Não foi ao cinema, não foi ao teatro, não foi à missa, não foi visitar a tia doente, nem siquer saiu pra comprar cigarros (ainda bem que você deixou de fumar).
Eu também já passei por essa sensação, e não apenas uma vez. E o pior é que essa sensação invariavelmente é acompanhada por aquele sentimento de culpa, como se tivessemos roubado o tempo de alguém. No máximo, meu amigo, minha amiga, se roubamos tempo de alguém, é de nós mesmos. Então, não é roubo.
Acontece que esse sentimento de culpa é atávico. Séculos de civilização judaico-cristã inocularam o nosso DNA com isso. E se livrar disso requer um exercício diuturno, ou fim-de-semana-turno, quer dizer, exercitar o direito de não fazer nada durante vários fins de semana, não necessariamente seguidos, até o dia em que, no domingo à noite, depois de não fazer nada durante todo o fim de semana, você assiste ao Fantástico sem nenhuma culpa, com a sensação do dever cumprido, sem angústia, pronto para enfrentar mais uma segunda feira, um dia útil (útil pra quem mesmo?).
Tudo isso pra dizer que hoje não tem receita de nada. Vou começar o exercício de não fazer nada desde já, sexta feira 13, 18 horas. Ou melhor, tem receita, sim. Receita de não fazer nada. É assim:
Vou pedir comida japonesa no Nakombi, do meu amigo Zé Renato, vou pedir pizza na Braz, vou pedir bolinho de arroz do Ritz, vou pedir comida árabe no Arábia, vou pedir hambúrguer na Lanchonete da Cidade.
Vou ler jornal na cama, vou continuar lendo a biografia do Steve Jobs, vou ver filme na televisão, vou no máximo até a padaria comprar pão.

Enfim, vou ficar corujando!

E na segunda feira eu volto a trabalhar, quem sabe com uma receitinha bem simpática para os amigos e amigas que me seguem.

Bom fim de semana!

13 de Janeiro de 2012

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *