Beringela ou berinjela?

IMG_2802

O Houaiss prefere beringela. Já o Aurélio só apresenta a forma berinjela. Em Portugal, é beringela. No Brasil, é berinjela. Seja como for, a berinjela (prefiro assim, com jota) é uma solanaceae arbustiva, que nasceu provavelmente na Índia, e pertence à mesma família do pimentão, da batata e do tomate.

A berinjela se dá muito bem com seus familiares, e também com a abobrinha, com a cebola, com cogumelos, com azeitonas e outros vegetais. Na Itália, onde se chama melanzane, misturada com esses vegetais já citados, mais alcaparras, uvas passas e até aliches, dá origem à caponata, uma entrada deliciosa.

Rainha na culinária mediterrânea, ela ainda pode ser servida numa maravilhosa lasanha, com carne moída e muzzarela, a melanzane a parmegiana, ou na sua versão grega, a moussaka, de comer de joelhos, se a posição não fosse tão incômoda…

Na foto acima, você está vendo a berinjela numa linda composição com pimentões coloridos, tomates, cebolas roxas e abobrinhas verdes. Como faltam ingredientes para uma caponata, não poderia chamá-la assim. E como ficou bem colorida, dei o nome de “Fantasia de legumes”. Se você quiser, pode acrescentar cogumelos, vagens, azeitonas, até alcachofras, se for tempo delas.

Vamos ver como foi que eu fiz:

Fantasia de legumes

 Descasquei a berinjela, cortei-a em cubos e salguei para que soltasse um pouco da água. Enxuguei com papel toalha e reservei.

Cortei a abobrinha em cubos, com a casca.

Cortei a cebola rocha ao meio.

Cortei os tomates em quatro gomos.

Usei pimentões vermelhos, verdes e amarelos. Antes tirei a pele deles queimando-os no fogo. Prefiro usar essa técnica, pois fica um aroma e um sabor de defumado muito bom. Tirei a pele queimada e as sementes dos pimentões em água corrente. Como eles já estão levemente cozidos pelo fogo, é fácil rasgá-los grosseiramente com as mãos.

Misturei tudo numa travessa. Coloquei sal, azeite extra virgem, algumas folhas de louro e ramos de alecrim. Levei ao forno a 180 graus por mais ou menos 1 hora e meia. Convém ir verificando a consistência dos legumes. A abobrinha e a cebola são as últimas a ficarem macias.

Pronto. Ficou do jeitinho que está na foto.

Fica muito bom com uma cerveja ale, que combina com o gostinho defumado, ou um chardonnay. Ou, para quem não abre mão de um vinho tinto, um malbec argentino.

 Bom apetite!

26 de março de 2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *