Agora é sopa!

Começo de ano é sempre assim: comemos demais, bebemos demais, deixamos a preocupação com a balança para momentos mais propícios. Nada contra. Pelo contrário. Eu também bebi demais, comi demais, e foi tudo uma delícia. Sem absolutamente nenhuma culpa. Só o prazer de aproveitar a companhia dos amigos, das pessoas de quem a gente gosta, já valeu a pena. Só que o verão está aí, e parece que veio com tudo. E agora? Simples, meu amigo, minha amiga.

 Agora é sopa!

A minha amiga Laura Pires, a maior autoridade em terapias ayurvédicas do Brasil, com especial atenção à alimentação, recomenda substituir, sempre que possível, jantares mais condimentados por uma simples sopa. Que pode ser muito saborosa, sim, se você souber prepará-la com carinho. Não requer prática, nem habilidade. Só boa vontade. Você vai ver como dá certo já na primeira experiência. Essa sopa da foto é uma variação das que eu aprendi com a Laura. Eu fiz assim:
–      –  piquei alho poró, dois talos, bem picadinho
–      –  cortei a abóbora, mais ou menos meio quilo, em pedaços
–     =   piquei a cenoura, duas de bom tamanho, em pedacinhos
O alho poró eu refoguei com óleo de girassol. Mas pode ser também com ghee, a manteiga clarificada. Quando o alho poró amoleceu (cuidado para não deixar queimar) coloquei uma colherinha de sobremesa de curry. Mas você pode colocar feno grego, se quiser um sabor mais suave.
Em seguida acrescentei os pedaços de abóbora, deixei refogar mais um pouco, e cobri com dois litros de água quente.
Deixei cozinhar até a abóbora amolecer um pouco. Então transferi tudo para o liquidificador, com um pedacinho de gengibre, e deixei bater bem. Cuidado com o liquidificador, pois o liquido está quente. Aconselho colocar um pouco por vez, por medida de segurança.
Depois de tudo batido, coloquei de volta na panela e acrescentei a cenoura picadinha. Deixei cozinhar até o ponto desejado. Acertei o sal, já que até então eu não tinha colocado nenhuma pitada. Finalizei com salsinha picada. E a sopa estava prontinha para ser degustada.
Para acompanhar, sugiro um suco, sem álcool, que é capaz até de curar ressaca, embora ressaca não tenha cura, principalmente se for moral. É assim:
Pegue um abaxi inteiro, corte em pedaços, e coloque no liquidificador. Pegue 4 kiwis, também em pedaços, e coloque no mesmo liquidificador. Para finalizar, um pedacinho de gengibre. Não precisa colocar água, a não ser que você queira um pouco mais líquido. Mas então coloque bem pouquinho, menos de meio copo (eu não coloco água nenhuma). Bata bem, até liquefazer. Sirva à temperatura ambiente. É delicioso. Bom também para beber em jejum, depois de uma noite de excessos.
Enfim, meu amigo, minha amiga, todos os excessos valem a pena, se é isso que nosso coração mandar. Depois a gente dá um jeito para caber na sunga ou no biquini. Começando com uma bela sopa.
Bom apetite!
5 de janeiro de 2012

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.